O BATISMO BÍBLICO

02/12/2011 21:51

Nesta lição vamos aprender sobre as duas ORDENANÇAS  que Cristo deixou para a sua Igreja, o batismo e a ceia.

         Praticamente todas as igrejas cristãs e até muitas seitas heréticas praticam o batismo e a ceia, daí a necessidade de conhecermos o que a palavra de Deus tem a dizer sobre estes tão importantes temas.

         I - O BATISMO.

“É a imersão (Mergulho) em água do crente em Cristo, em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo”.

  1. As qualificações para receber o batismo.

Cremos, como batistas, a luz das Escrituras que o batismo só deve ser administrado em Crentes, visto que é um ato de obediência somente aquele que compreenda a sua significação deve recebê-lo.

Considere os textos:

“Mas Paulo respondeu: João administrou o batismo para arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que após ele havia de vir, isto é, em Jesus”.At.19:4.

“Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo, e em fogo”. Mt. 3:11

“e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados”. Mt.3:6

“E saíam a ter com ele toda a terra da Judéia, e todos os moradores de Jerusalém; e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados”. Mc. 1:5

“De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas”. At.2:41

“Crispo, chefe da sinagoga, creu no Senhor com toda a sua casa; e muitos dos coríntios, ouvindo, criam e eram batizados”. At.18:8

Responda:

         1. De acordo com At.18:8,

  1. O que aconteceu com Crispo e com toda a sua casa?
  2. Quais as duas condições para o batismo?
  1. De acordo com Mc. 1:5 e Mt. 3:6.

O que acontecia com aqueles que vinham para o batismo?

 

O BATISMO INFANTIL

Cremos que a pessoa deve ouvir a palavra de Deus e crer nEle para poder receber a ordenança do batismo. Entendemos à luz da Bíblia que não devemos batizar crianças que não possam compreender o que significa o batismo, que não possa arrepender-se de seus pecados e confessar a Jesus Cristo como seu único Salvador e Senhor.

Para os batistas, o batismo antes da fé viola e contradiz todo o ensino do novo Testamento, portanto não goza de autoridade bíblica ou histórica.

O que diz a história?

 

            O Dr. William Wall, grande erudito da igreja anglicana escreveu:

“Entre todas as pessoas cujo batismo é registrado pelos apóstolos, não existe menção expressa de crianças”. Históry of Infant Baptism, Introdução, págs, 1 e 55.

Lutero, fundador da igreja luterana diz:

“Não pode ser provado pelas sagradas Escrituras que o batismo infantil tenha sido instituído por Cristo, ou iniciado pelos primeiros cristãos depois dos apóstolos”. Vanity of Infant Baptism, parte II, pág 8.

 

Observe que até aqueles que praticam o batismo infantil, admitem, que tal pratica não tem o apoio das Escrituras.

 

- Quando surgiu o batismo infantil?

 

CURCELEU diz:

“Nos dois primeiros séculos depois de Cristo, o batismo de crianças era completamente desconhecido, mas no terceiro e quarto era admitido por uns poucos. No século V e seguintes era geralmente recebido”. Inst. Christ. Religion, B. I., cap.12.

SALMASIUS afirma:

“Nos dois primeiros séculos ninguém era batizado a não ser que, instruído na fé e conhecedor das doutrinas de Cristo, pudesse professar-se crente”. Hist. Bapt. Suicer. Thesaur., vol. II, pág. 1136.

 

Pelo depoimento da historia ficamos sabendo que o batismo infantil começou depois do segundo século e que não era realizado em criancinhas inconscientes, conforme vemos em nossos dias. Foi apenas no fim do século III que CIPRIANO, bispo africano insistiu no batismo de criancinhas, em virtude de acreditar que o batismo tinha eficácia na salvação.

O bispo CIPRIANO é, portanto chamado de pai ou inventor do batismo infantil.

         

          

2. A forma do batismo.

 

IMERSÃO.

Entendemos, pelas Escrituras que a forma do batismo é a imersão (Mergulho) total do crente em água, pelas seguintes razões:

     O TESTEMUNHO DAS ESCRITURAS

  1. A necessidade de muitas águas.

Veja estes textos:

“Ora, João também estava batizando em Enom, perto de Salim, porque havia ali muitas águas; e o povo ia e se batizava”.(Jo. 3:23).

“E saíam a ter com ele toda a terra da Judéia, e todos os moradores de Jerusalém; e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados”. (Mc. 1:5).

“mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou”. (At.8:38)

“e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados”.  (Mt. 3:6).

“E aconteceu naqueles dias que veio Jesus de Nazaré da Galiléia, e foi batizado por João no Jordão”.(Mc. 1:9).

         Responda:

         De acordo com Jo. 3:23, porque João batizava em Enom?

         Onde João batizava? (Mc. 1:5) 

         Que demonstra que o Eunuco foi batizado por imersão? (At.8:38)

         Onde Jesus Cristo foi batizado? (Mc. 1:9).

 

  1. O batismo é comparado ao sepultamento.

Veja estes textos;

“Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que,  Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida”. (Rm. 6:4).

“tendo sido sepultados com ele no batismo, no qual também fostes ressuscitados pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos”.(Cl. 2:12).

   O TESTEMUNHO DA HISTÓRIA.

         Para que possamos entender a doutrina sobre o batismo precisamos entender o significado da palavra “batismo”.

         A palavra “batizar” vem da língua grega (baptizo) e significa imergir, ou seja, mergulhar. Com esta explicação fica claro porque batizamos por imersão, porém vamos conferir o testemunho da história. Que dizem os conhecedores da língua grega sobre a palavra BATISMO?

         JOÃO CALVINO, fundador da igreja Presbiteriana diz:

“Pelas palavras de João (capítulo 3:23) pode-se inferir que o batismo era administrado por João e por Cristo, mediante mergulho do corpo inteiro sob a água”. Comentário sobre João 3:23.

         POOLE diz:

“É evidente que tanto Cristo como João batizavam imergindo todo o corpo na água, pois ao contrário não teriam tido a necessidade de buscar lugares onde houvesse abundância de água”. Annot. John 3:23.

         ZANCHIUS, professor católico-romano de Heidelberg disse:

“A significação certa de batizar é imergir, mergulhar, engolfar em água”. Works, volume VI, pág.217. Genebra, 1619.

         LUTERO, fundador da Igreja Luterana diz:

“O termo batismo é grego; em latim pode ser traduzido por mersio; uma vez que imergimos qualquer coisa em água, para que o todo seja coberto pela água”. Works, volume I, pág.71. Wit. Ed., 1582.

         O DEÃO STANLEY, historiador da Igreja Oriental diz:

“A pratica da igreja Oriental, e o significado do vocábulo, não dão motivo suficiente para qualquer dúvida de que a forma original do batismo era imersão completa nas profundas águas batismais”.História da Igreja Oriental, pág. 34.

 

         É IMPORTANTE DIZER QUE NENHUM DOS CITADOS  ACIMA É  BATISTA,  o que vem fortalecer o ponto de vista batista sobre a forma bíblica do batismo que é a IMERSÃO.

         Veja ainda o que a ENCICLOPÉDIA DE EDINBURGO diz sobre o assunto:

“a Igreja Grega, como também os cismáticos do Oriente, mantiveram o costume de imergir o corpo inteiro; a Igreja Ocidental, porém adotou desde o século XIII, o modo da aspersão, que tem sido continuado pelos protestantes, excetuando os batistas apenas”. Ency. Edin, artigo batismo.

         Note que a ENCICLOPÉDIA DE EDINBURGO deixa bem claro que os batistas, mantiveram a forma bíblica do batismo.

        

          

Responda:

O que significa a palavra batismo?

Cite o nome dos fundadores das Igrejas, Presbiterianas e Luteranas que concordam que batismo é imersão.

 

3. A Formula do batismo.

 

Sobre a formula batismal não precisamos dizer muito, apenas vamos considerar alguns pontos:

1. Jesus Cristo deu a formula do batismo:

- EM NOME DO PAI, E DO FILHO, E DO ESPÍRITO SANTO.

“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;”. (Mt. 28:19).

         2. Jesus Cristo disse aos seus discípulos:

                   “Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando”.(Jo. 15:14).

         3. Os discípulos obedeceram a ORDEM de Jesus.

 

 

*A expressão “batizados em nome de Jesus”, significa, “batizados na autoridade do nome de Jesus Cristo”.

 

“Respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Importa antes obedecer a Deus que aos homens”. (At.5:29).

 

 

Responda:

Qual a formula do batismo ensinado por Jesus? (Mt. 28:19).

Por que não batizamos usando apenas o nome de Jesus?

Como sabemos que os apóstolos obedeceram a ordem de Jesus quanto a formula do batismo? (At.5:29).

 

4. A eficácia do batismo.

         Alguns grupos têm ensinado que o batismo pode transmitir graça, e chegam mesmo a dizer que o  batismo salva. O que podemos dizer sobre esta questão?

         Queremos destacar o seguinte:

  1. Entendemos que o Batismo é uma ordenança (Mt. 28:19), e não um sacramento, visto que o mesmo não transmite nenhuma graça.
  2. Entendemos que o batismo não salva. Só Jesus Cristo Salva (At.4:12; Ef. 2:8, 9).
  3. Entendemos que se alguém foi “batizado” sem conversão ao senhor, tal “batismo” não terá nenhuma validade. É o que se diz: “Entra um pecador enxuto e sai um pecador molhado”.
  4. Entendemos que criancinhas não devem ser batizadas visto não crerem. Batismo é para os que crêem.

Portanto, o batismo é uma ordenança de Cristo para a sua igreja e deve ser administrado àquele que depositou sua esperança em Jesus Cristo, e que deseja unir-se à igreja local.

Batismo não salva, SÓ JESUS CRISTO SALVA.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie. - Ef. 2:8, 9.

 E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos. - At.4:12

         Devemos saber que a fé em Jesus Cristo é suficiente para a salvação e que não devemos “fazer” coisa alguma visto que Cristo já o fez, na cruz do Calvário.

         E por fim, nenhum servo de Jesus deve recusar o batismo, pois se assim o fizer sua fé pode até ser colocada em dúvidas, visto que o verdadeiro discípulo tem prazer em obedecer às ordens de seu Senhor.   

                   Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. – Jo. 15:14.

                   Ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos     

                   séculos.     Mt. 28:20

Responda:

Por que o batismo não é um sacramento?

Por que o batismo não salva?

 

De acordo com nossa lição, quando o “batismo” não tem validade?

Por que não devemos batizar criancinhas?

Por que o discípulo de Cristo não deve recusar ser batizado?

 

Pr.Davi Ribeiro da Slva, Th.B, mpr

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!